quarta-feira, 29 de setembro de 2010

OTOLU/OXOSSI,ODÉ/NGUNZU - PARTE II - ANGOLA



• Ngunzu: - Engloba as energias dos caçadores de animais, pastores, criadores de gado e daqueles que vivem embrenhados nas profundezas das matas, dominando as partes onde o sol não penetra.


Mutakalambo


Entre os Tshokwé, o primeiro caçador mitológico de todos os tempos éKawa ka Tschimbundu, considerado um Hamba poderoso prescrito pelo "Tahi" (Adivinho) na maioria das vezes em que há necessidade de harmonizar o caçador.
Mutá é um Hamba encontrado entre os Tschokwé, no qual aparece como uma divindade dos caçadores terrestres. Sua representatividade é um cão, aquele capaz de farejar a caça, companheiro inseparável dos caçadores e que também recebe Itumbu (Filtros mágicos) para adentrar as matas.
Mutá aparece sempre, nos cultos, acompanhado de Sambongo (figura masculina) e Nambongo (feminina) que têm como primeira função tornar a caça benéfica, protegendo os caçadores que reside nas florestas. Acompanha também Mutá o Hamba Samukishi (O senhor das máscaras), aquele que recebe a primeira Menga do animal abatido e que somente depois será ofertado a Mutá. Portanto, dentro de um Tshipanga (Cercado onde se encontram os Hamba), Mutá nunca se apresenta só.
Nas regiões de Luanda, Mutakalombo, aparece como uma divindade dos animais aquáticos e sob as suas ordens encontram-se: Kaiongo (sua esposa) que também está ligada aos animais terrestres, Samba Zundo que ocupa também o lugar de esposa de Mutakalombo.
Segundo Oscar Ribas: Mutakalombo - espírito que superintende na esfera dos animais aquáticos. Entidade espiritual da fauna aquática.
Foi cônego, saiu de Portugal, andou por muitas localidades e morreu velho, razão por que assim é invocado nos seus cânticos. Finou-se num montículo de Salalé, num Musseque das imediações de Luanda.
É único com esse nome, passando a adaptar nas atuações seu cão é o jacaré, de que se serve para punir uma falta grave. Em várias pesquisas Mutakalombo aparece como divindade aquática, que utiliza seu jacaré (Ou crocodilo) para arrebatar mulheres na beira d’água com a finalidade de servi-lo. Aquelas que conseguem sobreviver e retornam, recebem o poder de Mutakalombo para sacerdote.
Junto com Mutá, encontramos Mutanjinji, divindade feminina que superintende a esfera dos animais terrestres, é a “Entidade da Fauna Terrestre”.
Encontramos também Kabila que serve a Mutanjinji e tem ligação com Mutakalombo, sua função é a de Pastor. Quando um caçador não consegue abater uma peça de caça, e, por intermédio de um Xinguilador (Feiticeiro-Nganga), suplica a Kabila sua intervenção, este lhe proporciona alguns animais que furta ao amo, difícil de aceder a tais pedidos.
Após a caçada, o caçador, como testemunha de verdade, apresenta ao Xinguilador as caudas dos animais abatidos. Na sua presença, ajoelha-se bate palmas de reverência e, tomada à bênção, informa-o do número de cabeças mortas.
Regressando ao mato, esquarteja todas as peças e torna a voltar á casa do Nganga com a carga. Então, cozinham as miudezas e, com a referida iguaria, brinda os Calundus(Divindades justiceiras e mendicantes), que se manifestam no Xinguilador em estado de possessão.
Durante a partilha, o caçador permanece de joelhos. Em caso de ingratidão para com a divindade, isto é, se não lhe participar o resultado da caçada, jamais tornará a abater uma só peça. É a punição.
A palavra Kabila vem de Kubila, que significa "Pastorear".
Vale a pena ressaltar que a classe mais alta entre os Bantu é a do caçador, em seguida vem a dos Ferreiros, e que vários são os ídolos de caça, mas aqui citamos apenas os conhecidos dentro do culto Angola/Kongo no Brasil.
http://cobantu.com/divindades/minkisi_mutakalambo.htm

QUALIDADES:


ARIRÈ – ligação com Zazi - Danda - Lemba
BARANGUNANJE - ligação com Pambunjila - Danda
BARANGUANJE - ligação com - Zazi - Danda
GANGOLA – ligação com Lembá - Kavungu - Danda
GONGOBILA - ligação com Danda - Telekompensu
HINGUÈ – ligação com Katende - Kavungu - Zumbá
INDARO - ligação com Nkosi - Zazi
KABILA - ligação com - Katende
KAIZA – ligação com Zazi - Nkosi - Danda
KASSANGUANJE - ligação com Zazi - Danda - Nkosi
KITALA MUNGONGO - ligação com Danda - Kaiangu
KUTALA - ligação com Hangolò - Mina Aganji - Mina Lugano - Kavungu
MUHANGUE - ligação com Kaiala
MUSSAMBURA - ligação com Zumbá
MUTAKALAMBO (o mais velho de todos) - ligação com Kavungu - Lembá
MUTALAMBÔ - ligação com Kavungu - Kitembu
SANDANGUANJE - ligação com Zazi - Danda
TALA MUZANGUÈ - ligação com Nkosi
TATA KEWALA - ligação com Kaiangu - Mina Aganji - Mina Lugano
TAWÀ MUGONGO – ligação com Nkosi
TAWAMIN – ligação com Nkosi - Danda - Kaiangu

Ervas: arruda miúda, bredo de santo Antônio, caiçara, cana de macaco, capim limão, pitanga, capeba, eucalipto, guiné, erva santa, folha de goiaba, hortelã, lagrima de nossa senhora, são Gonçalinho. Esímho cheiroso.
Flores: Flores do campo, orquídeas, flores silvestres.
Frutas: goiaba, amora, cajá, carambola, manga, coco, cereja, pitanga.
Oferendas:
Lombí ( abóbora cozida com um pouco de dendê e azeite doce),
Didoca ( mandioca cozida com melado ),
Assola ( milho vermelho cozido com feijão carioca com azeite doce e dendê),
Efuanga ( cozido de folha de mandioca ),
Doces: cocada, cural, pamonha, pé de moleque, suco de pitanga.







Nenhum comentário: